Mineiro cobra calendário de pagamento dos salários atrasados e de fornecedores

O deputado Fernando Mineiro (PT) solicitou ao Governo do Estado a apresentação de um calendário para o pagamento dos salários atrasados do servidores, do 13º salário e pagamentos devidos dos fornecedores que também estão sem receber. De acordo com o parlamentar, os meses de janeiro e fevereiro bateram recorde em arrecadação.

“Chegamos ao final do segundo mês de 2018 com salários atrasados, 13º salário sem data para pagamento, e sem o abono, que foi vetado antes mesmo de entrar em vigor. Sem falar dos fornecedores que não recebem pagamento. A arrecadação de janeiro e fevereiro está batendo recorde, sem parâmetro nos outros anos. Mesmo assim a situação está muito grave, tem empresas fechando sem poder cumprir com seu papel”, disse Mineiro.

Segundo o deputado, o Estado vive “um vexame nacional” após o veto ao projeto do abono especial, para pagamento do 13º salário, enviado pelo governador Robinson Faria e aprovado durante a convocação extraordinária da Assembleia Legislativa. “Eu votei nesse projeto para que a mídia governamental não afirme que eu estava sendo contra o abono, mas eu adiantei que esse projeto não tem aplicabilidade”, acrescentou o parlamentar.

Greve

A decisão pela manutenção da greve dos professores da UERN também foi tratada pelo deputado durante o seu pronunciamento. “Preciso chamar atenção para essa greve que tem mais de 100 dias e para o descaso com o qual o Governo vem tratando a nossa única instituição estadual de Ensino Superior. A UERN está abandonada, fora da agenda do Governo. A Assembleia devia colocar-se como intermediária na crise que o governo colocou a UERN. Precisamos encontrar uma solução, são milhares de jovens sem aulas”, finalizou o deputado Fernando Mineiro.



Deixe seu comentário

%%%%%%%%%%%%%%%%%%