Robson Cabugi
09
jun
2019

A comissão especial que discute mudanças no Fundo de Participação dos Municípios (PEC 391/17) realiza audiência pública nesta terça-feira (11). Foram convidados para o debate representantes do Ministério da Economia; do Tribunal de Contas da União (TCU); do Tesouro Nacional; do  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); da Confederação Nacional dos Municípios (CNM); da Frente Nacional de Prefeitos (FNP); da Federação Catarinense de Municípios (Fecam); da Federação Goiana de Municípios (FGM); e do Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCGO).

A Proposta de Emenda à Constituição 391/17 tem como objetivo aumentar os valores transferidos aos municípios pelo Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

...
09
jun
2019

A vigilância sanitária de Lajes realizou na última sexta-feira 07/06 capacitação de mais uma turma do setor regulado sujeito ao órgão, desta vez foram os proprietários e proprietárias dos salões de beleza (Cabeleireiros e Barbeiros), o encontro ocorreu na sede da vigilância sanitária com o tema “As Boas Práticas higiênicas sanitárias nos salões de beleza”.

Segundo o instrutor, um encontro foi bastante participativo aonde os presentes debateram bastante questões de interesse da vigilância sanitária e dos serviços dos mesmos. Ao final os presentes foram certificados da participação.

Com imagens cedidas

D\'eliene
...
09
jun
2019

O bibliotecário Andrelino da Silva (popularmente conhecido como poeta Lino Sapo), do Câmpus VIII da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Câmpus de Araruna, ministrou, na última quinta-feira (6), uma oficina de cordel para professores do ensino fundamental da cidade de Lajes do Cabugí, no Rio Grande do Norte. A atividade buscou capacitar os docentes para que possam melhor trabalhar o cordel em sala de aula e assim incentivar os alunos a lerem e escreverem seus cordéis para apresentação como produção escolar na Feira Literária de Lajes do Cabugí (5º FLILAJES), que acontecer´s no mês de novembro de 2019.

A ideia também é de que os trabalhos em cordel componham o acervo das “cordeltecas” que estão sendo montadas nas escolas do município. Na oficina, o Lino Sapo abordou questões que envolvem a literatura de cordel desde o seu surgimento, como a sua estrutura com métrica, rima e oração. Também falou sobre o aspecto da declamação, dando dicas de como escolher o poema e como declamar, bem como explicou sobre todo o processo de editoração de um livro ou cordel, da confecção ao registro de ISBN e o depósito legal na Biblioteca Nacional.

Na oficina foi promovida uma abordagem sobre a importância pedagógica do contato do aluno com essa modalidade de literatura tão comum no Nordeste brasileiro e tão relevante para a cultura popular. Segundo Lino, a poesia mudou sua vida e, por isso, ele idealiza ações que transmitam conhecimento e possam promover mudanças na vida de outras pessoas. “Não quero ser um bibliotecário que só cuida de livros. Quero ser aquele que tanto cuida de livros como ajuda a criá-los, contribuindo para que a literatura nacional a cada dia renasça”, frisou.

Andrelino da Silva é lotado no Centro de Ciência Saúde e Tecnologia (CCTS), no Câmpus de Araruna. Ele é um dos idealizadores do Ciclo de Palestras “Da Universidade para a vida”, que acontece mensalmente no Campus VIII. É membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba (ACVPB) e já vem há algum tempo levando o conhecimento sobre a poesia para além das paredes das bibliotecas.

Texto: Tatiana Brandão
Fotos: Divulgação

...
08
jun
2019

A Câmara Municipal de Lajes realizou nesta sexta, 7, uma audiência pública para discutir todo o processo de eleição que escolherá os novos conselheiros tutelares da cidade. O objetivo do evento foi para conhecer os cidadãos que irá se colocar a disposição da sociedade neste pleito de 2019 e ver como estão as regras para o processo.

O prefeito Marcão esteve no evento que foi presidido pelo vereador autor da audiência, Felipe Menezes.

...
08
jun
2019

A 23ª edição do São João mais cultural do Brasil. Mossoró é uma cidade que tem orgulho da sua história e vocação natural para a arte. No mês de junho, essa aptidão aflora de uma maneira bem especial com o Mossoró Cidade Junina.

Veja os shows:

...
07
jun
2019

Por ocasião da realização da Caravana do PPA – Plano Plurianual 2020/2023 que ganhou as cidades do Rio Grande do Norte, existe uma expetativa para o evento da região do Sertão Cabugi acontecer em Lajes com a presença da governadora Fátima Bezerra. A Caravana deve chegar por aqui dia 14.

Blog trará mais informações, em breve.

...
07
jun
2019

Um projeto de lei de autoria da deputada estadual Eudiane Macedo (sem partido), protocolado esta semana na Assembleia Legislativa, tem como objetivo acabar com a cobrança de taxa, tarifa ou outra modalidade de contraprestação pela religação ou restabelecimento dos serviços públicos de distribuição de energia elétrica e distribuição e abastecimento de água.

A proposta, que agora segue para tramitação nas comissões permanentes da Casa, determina que, em caso de descumprimento, as empresas poderão ser acionadas judicialmente, conforme medidas previstas no Código de Defesa do Consumidor.

“Além do corte do serviço, multa, juros e negativação do nome do titular da conta, o atraso também acarreta custos extras, já que as empresas concessionárias dos serviços públicos cobram pelo valor da visita dos técnicos que vão ao local religar o fornecimento cortado”, explicou Eudiane.

A parlamentar destaca que a Lei 8.987, que versa sobre a prestação dos serviços pelas empresas concessionárias e as condições em que se pode dar a interrupção ou descontinuidade do serviço por decisão da empresa concessionária, não trata sobre o restabelecimento do serviço.

“Deixa, assim, brecha para uma prática abusiva das concessionárias na criação indevida de uma taxa de religação. No meu ponto de vista, essa taxa é uma quarta punição ao consumidor, somando-se ao próprio corte do serviço, juros e multa”, afirmou Eudiane Macedo.

Não bastasse isso, acrescenta a parlamentar, há o efeito dominó do aumento do desemprego e da inflação que tem provocado o atraso do pagamento de contas básicas, como água, luz e telefone.

...