29
jul
2018

Fatima Bezerra lidera a pesquisa CERTUS/FIERN de intenções para o governo do Estado na resposta espontânea e Carlos Eduardo fica em 2º.

A pesquisa, denominada, “Retratos da Sociedade Potiguar 2018”, foi realizada em todo Estado e está registrada sob os números RN-08199/2018 e BR-04763/2018.  As respostas espontâneas à pergunta sem indicação dos nomes de candidatos foram as seguintes:

GOVERNO DO RN – Se a eleição fosse hoje no cenário ESPONTÂNEO para governador do estado:

1. Fátima Bezerra 8,72%
2. Carlos Eduardo 6,10%
3. Robinson Faria 2,91%
4.Breno Queiroga 0,35%
Não Sabe 49,15%
Nenhum 31,35%
Não respondeu 0,21%

...
29
jul
2018

CENÁRIO ESTIMULADO

Se a eleição fosse hoje no cenário ESTIMULADO para governador do estado:
1. Fátima Bezerra 29,15%
2. Carlos Eduardo 15,39%
3. Robinson Faria 6,31%
Nenhum 34,11%
Não Sabe 10,43%

GOVERNO DO RN/REJEIÇÃO

Questionado sobre qual candidato a governador não votaria

1. Robinson Faria 35,28%
2. Carlos Eduardo 7,17%
3. Fátima Bezerra 6,73%
4. Fábio Dantas 2,96%
Rejeita Todos 19,12%
Rejeita Nenhum 17,42%
Não Sabe 1,76%

PROJEÇÕES PARA o SEGUNDO TURNO

Carlos Eduardo x Fátima Bezerra:
1. Fátima Bezerra 42,84%
2. Carlos Eduardo 23,33%
Nenhum 27,38%

Robinson Faria e Fátima Bezerra:

1.Fátima Bezerra 50,71%
2.Robinson Faria 11,99%

Nenhum 31,63%

Carlos Eduardo x Robinson Faria:

1. Carlos Eduardo 40,07%
2. Robinson Faria 12,84%
Nenhum 40,64%

A 2ª Pesquisa FIERN/Certus possui intervalo de 95% de confiança e o perfil do entrevistado foi de 45,39% homens e 54,61% mulheres, com eleitores a partir dos 16 anos.

...
29
jul
2018

SENADO | 2º Voto 

Seguem os números do cenário ESPONTÂNEO para os candidatos a senador:

 1.Antônio Jácome e Garibaldi F. 1,28% cada

  1. Zenaide Maia 0,99%

3.Geraldo Melo 0,71%

  1. Cap. Styvenson 0,64%

Não Sabe 65,96% Nenhum 28,16%

SENADO | 1º Voto – Agora para os números do cenário ESTIMULADO

1. Garibaldi Filho 14,40%
2. Cap. Styvenson 11,42%
3.Geraldo Melo 10,57%
3. Zenaide Maia 10,21%
4. Antônio Jácome 3,26%
Nenhum 31,28%

Não Sabe 12,48%

SENADO | 2º Voto – ESTIMULADO:

1.Garibaldi Filho 6,67%

 2.Geraldo Melo 6,60%

 3.Cap. Styvenson e Zenaide Maia 4,82% cada

 4.Antônio Jácome 3,83%

Nenhum 41,49%

Não Sabe 23,97%

D\'eliene
...
29
jul
2018

A deputada Zenaide Maia lidera a disputa pelo Senado nas respostas espontâneas, sem apresentação dos nomes de candidatos, com 3,19%, segundo a pesquisa CERTUS/FIERN para o Senado no RN:

A pesquisa, denominada, “Retratos da Sociedade Potiguar 2018”, foi realizada em todo Estado e está registrada sob os números RN-08199/2018 e BR-04763/2018.

1º Voto –
Vamos agora para os números do cenário ESPONTÂNEO para os candidatos a senador 1º voto:

1. Zenaide Maia 3,19%
2. Garibaldi Filho 3,12%
3. Cap. Styvenson 2,77%
4.  Geraldo Melo 2,06%
Não Sabe 25,46%
Nenhum 61,21%

...
29
jul
2018

O diretório estadual do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) oficializou, em convenção realizada neste sábado (28), a candidatura do professor Carlos Alberto ao Governo do RN. Ele tem como vice a servidora pública Cida Dantas.

Emocionado com a acolhida dos presentes no evento realizado no Centro Municipal de Referência em Educação de Natal (Cemure), o professor Carlos Alberto indicou o caminho para superar as dificuldades sofridas pelo povo potiguar.

“Nós vamos recuperar nosso RN com a educação. É através dela que se consegue tudo. Eu estou muito feliz de ter todos vocês ao meu lado nessa luta que está só começando” declarou o professor.

A campanha do PSOL tem representantes para todos os cargos das eleições que serão disputadas em outubro desse ano. A convenção também confirmou que o partido disputará o primeiro turno do pleito puro-sangue, ou seja, sem coligação com outros partidos.

“Nos orgulhamos de fazer uma campanha limpa e sem acordões. Porque esses acordos feitos pelas oligarquias mostraram, ao longo da história, que nunca fizeram bem ao nosso estado”, declarou o presidente do PSOL no RN, Danniel Morais, que é também candidato a deputado federal.

Carlos Alberto citou o orgulho de ter a professora Telma Gurgel e o professor Lailson Almeida na chapa majoritária. A dupla disputa as duas vagas do estado no Senado Federal. Ao todo, o PSOL lançou 33 nomes à Assembleia Legislativa e 12 à Câmara dos Deputados. As candidaturas representam todas as regiões do estado.

Fonte: Blog do BG

...
29
jul
2018

O Ministério do Planejamento autorizou a realização de um concurso público para Polícia Rodoviária Federal (PRF), com a oferta de 500 vagas de agente, para ambos os sexos. O prazo para a publicação do edital com as regras da seleção será de seis meses, a contar desde a última sexta-feira, 27, data de publicação da Portaria 236, no Diário Oficial da União.

A responsabilidade pela realização do processo seletivo será do ministro da Segurança Pública. O salário pago hoje gira em torno de R$ 9.900 e deverá chegar a R$ 10.300, no ano que vem. Os candidatos deverão ter nível superior.

O último concurso para a PRF foi realizado em 2013. Na época, foram oferecidas mil vagas para policial rodoviário federal. A seleção teve provas objetivas e discursivas, incluindo questões de Direito, Legislação, Ética no Serviço Público, Português e Matemática.

...
28
jul
2018

Na manhã deste sábado, 28, Benes Leocádio, que foi prefeito de Lajes por cinco mandatos, quatro vezes Presidente da Federação dos Municípios do RN e uma vez vice-presidente da Federação Nacional dos Municípios do Brasil, teve sua candidatura a deputado federal homologada durante convenção do seu Partido, o PTC e outros que irão compor coligação nestas eleições 2018.

Durante a convenção, diversas pessoas oriundas da região, marcaram presença no evento e ouviram Benes Leocádio falar sobre a importância da sociedade ficar atenta aos nomes que irão aparecer nestas eleições, se referindo que é necessário o eleitor analisar e votar consciente. Benes falou sobre sua experiencia como prefeito, como Presidente da FEMURN, e principalmente no desejo que tem de representar, em Brasília, os municípios do RN.

“Fui prefeito por cinco mandatos em Lajes, presidente da Femurn por quatro vezes, vice-presidente da CNM e sou filho do Sertão, tenho o desejo de representar o povo do interior que tanto precisa de atenção, de ações em seus municípios”, disse Leocádio”.

D\'eliene
...
28
jul
2018

Nos próximos dois anos, o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) desenvolverá uma série de ações voltadas para a prevenção das doenças provocadas pela violência no trabalho.

Esse é o objetivo da campanha lançada nesta sexta-feira, 27, no auditório do TRT-RN, dentro da atividades do Programa Trabalho Seguro no Rio Grande do Norte, que terá como tema Violência no Trabalho: enfrentamento e superação.

PARCERIA

Durante a solenidade de lançamento da campanha, que foi presidida pelo desembargador José Rêgo Júnior, os coordenadores do Programa Trabalho Seguro no estado, juízes Alexandre Érico Alves e Simone Jalil assinaram dois termos de parceria.

Um deles, de cooperação técnica, foi firmado com o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) e um outro, renovou o compromisso de parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON).

O juiz do trabalho aposentado, psicólogo e professor do IFRN, Edwar Abreu também fez uma exposição sobre as formas de enfrentamento e superação da Violência no Trabalho.

Autor de vários estudos sobre o tema, o pesquisador reconhece que “o ambiente de trabalho é o local mais agressivo nas questões de violência e dos acidentes ocupacionais, pois ele é composto por pessoas e todos possuem questões de desconforto que vão evoluindo”.

ADOECIMENTO

Atualmente, segundo Edwar Abreu, as questões psíquicas se tornaram a segunda causa de afastamento do trabalho.

“No Brasil, uma justificativa para isso está na crise econômica, ética, moral e social a qual vivemos, onde desempregados não têm esperança de melhoria e quem está empregado se sujeita a tudo para não perder o salário”, argumentou.

Para ele, “é importante que as pessoas percebam que o problema está na crise e não em si mesmas, para tentar evitar o adoecimento”, avaliou.

Um modo de superação desse quadro atual, observa Edwar Abreu, seria possível com a melhora de forma geral do ambiente de trabalho.

“É importante também que trabalhadores e empregadores percebam a necessidade de compreender e respeitar o outro para um ambiente de trabalho sadio”, esclareceu.

Presente na solenidade, a procuradora regional do Trabalho Ileana Neiva Mousinho acredita que o esclarecimento promovido pelo Programa Trabalho Seguro auxilia no combate aos acidentes de trabalho.

“A segurança do trabalho se faz com um olhar evolutivo e com a participação dos empregados. Para isso, é preciso diálogo e entender que segurança é um investimento e não uma despesa”, considera a procuradora.

Ileana defende a necessidade de “haver uma relação de trabalho mais democrática, pois quando se ouve o trabalhador e quando esse profissional está com boa auto estima, novas ideias surgem”.

O represente do Sindicato dos Vigilantes em Carro Forte (SINDFORTE), Alexandre Lima, também participou do encontro e avaliou como positiva a iniciativa do TRT-RN.

“Com a reforma trabalhista nós estamos sozinhos e o Trabalho Seguro é a ferramenta de apoio que nos restou para que a gente possa defender o interesse dos trabalhadores”, avaliou o sindicalista.

TRABALHO SEGURO

O programa Trabalho Seguro é uma iniciativa do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, em parceria com diversas instituições públicas e privadas.

O objetivo do programa é formular e executar projetos e ações, em nível nacional, voltados à prevenção de acidentes de trabalho e ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho.

Para o biênio 2018-2020, a coordenação do Trabalho Seguro no RN pretende realizar palestras, participar de semanas de prevenção de acidentes, seminários, elaborar materiais de divulgação, além de realizar parceria com programas educacionais a exemplo do Trabalho, Justiça e Cidadania.

D\'eliene
...
28
jul
2018

Governadores de 24 estados ajuizaram, no Supremo Tribunal Federal (STF), a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 523 solicitando que a União partilhe com os estados e o Distrito Federal 20% da receita das contribuições sociais desvinculadas do orçamento da seguridade social por meio da Desvinculação das Receitas da União (DRU). Assinam a ação os governadores dos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. A relatora da ADPF é a ministra Rosa Weber.

Segundo os chefes dos Executivos estaduais, a DRU permite a inclusão de 30% da arrecadação com contribuições sociais, da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e de taxas federais no orçamento fiscal, a serem empregados de forma desvinculada de suas finalidades originárias. Eles alegam que, de acordo com o artigo 157, inciso II, da Constituição Federal, pertencem aos estados e ao Distrito Federal 20% do produto da arrecadação do tributo que a União instituir.

...
27
jul
2018

Pré-candidata do PT ao Governo do Estado, a senadora Fátima Bezerra pretende, uma vez eleita, sentar à mesa com representantes dos demais poderes do Estado e com parcelas do empresariado para examinar duas alternativas para equilibrar as finanças do Rio Grande do Norte: modificar regras do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi) e rever a distribuição de recursos do Executivo para demais órgãos.

 Em entrevista à 98 FM, a petista destacou que, atualmente, o Proadi tem “distorções” que precisam ser resolvidas e sugeriu que os benefícios do programa sejam destinados às micro e pequenas empresas. Sobre os repasses aos demais poderes, Fátima frisou que não é “razoável” que o Executivo fique sem recursos para pagar os salários dos servidores enquanto Assembleia Legislativa e Poder Judiciário tem “sobra de caixa”.

 Confira abaixo os principais pontos da entrevista:

 PRIMEIRO LUGAR NAS PESQUISAS

“Isso é um fato singular, pois é a primeira vez que uma candidatura de origem social de um partido à esquerda, no campo popular e democrático, lidera uma eleição de caráter majoritário no Rio Grande do Norte”.

 ARCO DE ALIANÇAS

“Os esforços realizados até o momento já consolidam uma aliança com o PCdoB, que inclusive indicou o pré-candidato a vice, o que muito me honra. O advogado e procurador do Estado Antenor Roberto é um dirigente muito respeitado. E com o PHS, que também traz a deputada federal Zenaide Maia como candidata ao Senado. Ela merecidamente conquistou o meu apoio e do PT, pelas posições que ela adotou na defesa da democracia e contra o golpe parlamentar. Uma linha de coerência, sempre em defesa dos interesses da classe trabalhadora. A aliança hoje está circunscrita a esses dois partidos, mas está em aberto ainda”.

POSSÍVEL ADESÃO DO PSB

“Tem uma discussão do PSB com o PT a nível nacional, mas, no plano local, essa discussão ainda não foi formalmente colocada. Se essa discussão vier, o partido vai discutir”.

RENOVAÇÃO POLÍTICA

“As pesquisas expressam uma vontade de mudança. Nosso nome, nesse momento, simboliza a esperança que o povo do Rio Grande do Norte tem por um governo diferente. Eu acho que há uma fadiga. Há décadas, o RN vem sendo comandado por grupos oligárquicos de perfil conservador. O povo cansou do mais do mesmo, está cada vez mais cansado dessa coisa do ruim e do pior”.

APROXIMAÇÃO COM EMPRESARIADO

“Fui a primeira pré-candidata a visitar a Fiern [Federação das Indústrias]. Fui muito bem recebida lá pelo seu presidente, Amaro Sales. Na ocasião, ele me entregou uma cópia do programa Mais RN, que a Fiern elaborou como uma proposta de projeto para o Rio Grande do Norte. Uma proposta, inclusive, muito bem elaborada. A comissão que cuida do nosso programa de governo, coordenada pelo professor Getúlio Marques, já está debruçada sobre o projeto da Fiern. Entendemos que tem várias ideias ali que podem ser aproveitadas. Com muita tranquilidade, uma vez governadora, tenho o dever de dialogar com todas as forças sociais do Rio Grande do Norte. Eu tenho o dever de sentar à mesa com os trabalhadores e também com os representantes do setor produtivo e empresarial. Os governos do PT têm dado demonstrações inequívocas disso. O governo do presidente Lula foi quem mais conseguiu promover o diálogo entre patrões e empregados”.

SECRETARIADO TÉCNICO

“Vamos adotar uma gestão profissionalizada. Vamos acabar com essa coisa de clientelismo, de interferência política. É lógico que isso não significa que os partidos não possam fazer as suas sugestões de nomes. Mas vai ser uma gestão de perfil técnico”.

EQUILÍBRIO FISCAL

“Vamos ter que fazer o chamado dever de casa, corrigindo o desequilíbrio fiscal. O Governo entrou 2018 com um déficit de restos a pagar em torno de R$ 1,4 bilhão. É o governo devendo a ele mesmo. Num plano imediato, é melhorar a capacidade de arrecadação do Estado, sem subir impostos. Temos outras alternativas. Vamos aperfeiçoar os instrumentos de combate à sonegação, tanto daqui para frente quanto olhando para trás, recuperando a dívida ativa. Há um calote de R$ 7 bilhões de gestões passadas. O povo que pagou o pato. Boa parte dessa dívida não é mais recuperável, mas outra parte é”.

REPASSES DE DUODÉCIMOS

“Precisamos rever o repasse para os demais poderes. Está na Constituição e, portanto, há a obrigação de repassar. Agora, o que nós não podemos achar razoável é não ter dinheiro para pagar os servidores no Executivo e a Assembleia Legislativa e o Judiciário terem sobra de caixa. Vamos pactuar esse entendimento. Vou contar com boa vontade dos servidores e das autoridades. Vamos fazer isso com sucesso. Além disso, podemos lançar o instrumento da antecipação de receitas. Não tem saída milagrosa. O que tem é um conjunto de medidas. Isso seguramente nos permitirá colocar o pagamento em dia dos servidores”.

PROADI

“É necessário, enquanto instrumento para promover a geração de empregos. O Proadi, que é o programa de apoio e incentivo à indústria, será mantido. Mas vamos rever, por exemplo, distorções que existem nele. Vamos direcioná-lo para micro e pequenas empresas. O Rio Grande do Norte não pode continuar nessa situação, que é ter 56% dos empregos em Natal. Como fica o Vale do Açu, o Seridó, o Potengi”?

DEMISSÃO DE SERVIDORES

“Na minha cartilha, não tem de maneira alguma uma medida como essa, de perseguição aos servidores, de ataque aos direitos. Precisamos é contratar mais servidores no Rio Grande do Norte. Por exemplo, na área da segurança pública. Temos apenas cerca de 9 mil policiais militares, quando nós precisamos praticamente do dobro”.

CANDIDATURA DE LULA

“Não tenho plano A, nem Z, nem B, nem C. O plano é Lula. No dia 15 de agosto, vamos inscrever a candidatura dele à Presidência”.

Com imagem de José Aldenir

D\'eliene
...
27
jul
2018

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) informou que os proprietários de veículos com placas finais 5, 6, 7, 8, 9 e 0, terão a validade do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) referente ao ano de 2017 prorrogada. A medida segue o calendário abaixo:

1- Placas Finais 5 e 6 – Validade até 30 de novembro de 2018;

2- Placas Finais 7, 8, 9 e 0 – Validade até 31 de dezembro de 2018.

O Departamento lembrou ainda, que a programação das próximas datas do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) segue de acordo com o seguinte calendário:

1- Placas Finais 7 e 8 – Cota Única ou 1ª Cota IPVA – Vencimento 08 de agosto;

2- Placas Finais 9 e 0 – Cota Única ou 1ª Cota IPVA – Vencimento 22 de agosto.

O calendário completo com as informações de vencimentos do Licenciamento, IPVA, e Seguro DPVAT pode ser conferido aqui.

...