Pais solteiros receberam até R$ 3 mil retroativos do auxílio emergencial

Os pais solteiros chefes de família receberam parcelas retroativas a cinco meses do pagamento do auxílio emergencial. Serão beneficiados 823,4 mil pais, com parcela única que varia de R$ 600 a R$ 3.000. Os valores foram creditados em conta digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

A medida vale apenas para as cinco primeiras parcelas do auxílio emergencial pagas em 2020. As quatro parcelas de extensão do auxílio emergencial de R$ 300, pagas de setembro a dezembro de 2020, e as sete parcelas pagas em 2021 não terão pagamentos retroativos.

Essas pessoas tiveram o pagamento aprovado após derrubada de um veto pelo Congresso Nacional em junho de 2021. Em julho de 2020, o presidente Jair Bolsonaro havia vetado um projeto de lei de autoria de deputados da oposição que estendia ao homem provedor de família monoparental o recebimento em dobro do auxílio emergencial criado durante a pandemia de Covid-19. Com o veto, somente mulheres solteiras chefes de família receberam as parcelas de R$ 1.200 (o dobro do valor original, de R$ 600).

Em 1º de julho deste ano, o Congresso Nacional, em sessão conjunta, derrubou o veto. Até agora, o governo não tinha se manifestado sobre a questão, mas a medida provisória (MP) confirmou a ampliação do benefício.



Deixe seu comentário

%%%%%%%%%%%%%%%%%%