Alunos do Campus Lajes visitam a XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco

Alunos dos Cursos Técnicos Integrados em Administração (2V) e Informática (2M e 2V) do Campus Lajes visitaram a XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, a mais conceituada Bienal do Livro do Norte e Nordeste e a terceira maior do Brasil. O evento buscou uma maior interação entre os alunos, através de palestras, bate-papos, oficinas literárias, apresentações culturais e outras atividades, além de promover uma melhor compreensão sobre o mundo literário, aproximando-os de conhecimentos mais concretos sobre os conteúdos estudados na disciplina de português e literatura.

Ainda no Recife os alunos, na companhia dos professores de Português e Educação Física, Meire Celedônio e João Medeiros, respectivamente, e da bibliotecária Bruna Lays, conheceram o Instituto Ricardo Brennand, eleito, pelo segundo ano, o melhor Museu da América Latina e um dos 25 melhores do mundo. O instituto, que conta com uma diversidade cultural encantadora, despertou nos alunos a curiosidade em conhecer a coleção de arte que pertence ao empresário e colecionador brasileiro Ricardo Brennand, homem que reúne um vasto número de obras de arte, há mais de 50 anos, que integra pinturas, gravuras, quadros, tapeçarias, esculturas originários dos 4 continentes e concentrados num espaço criado especialmente para elas. Além disso, o Instituto Ricardo Brennand trouxe para Recife um destaque nas artes brasileiras. O acervo Frans Post e O Brasil Holandês retrata a história dos holandeses no Estado e é um destaque imutável no museu.

 “É uma oportunidade riquíssima para os envolvidos (alunos e servidores) pois agrega diversos conteúdos. Estas experiências extrapolam aquelas vistas em sala, devido ao fato da convivência, de conhecer novas regiões e lugares, culturas. São momentos fortes de aprendizagem, onde o aluno dificilmente esquecerá o conteúdo envolvido numa visita, uma paisagem, um fato vivido e registrado na história. A nossa aula de campo para Recife (visita ao Instituto Ricardo Brennand, XI Bienal Internacional do Livro e Oficina Brennand) foi recheada de conteúdos e contribuiu na formação dos nossos alunos pelo choque de cultura, entretenimento, valores, convívio sadio, dificuldades momentâneas”, disse João Medeiros.

Fonte: IFRN/Lajes



Deixe seu comentário

%%%%%%%%%%%%%%%%%%