CÂMARA DE LAJES terá a legislatura mais feminina de sua história

vereadoras

Rilva, Suely e Rosa

Pela primeira vez a cidade de Lajes fez história em uma eleição ao eleger a maior bancada feminina que a cidade já teve. Três mulheres, de qualidades excelentes irão ocupar espaços já que vinham sendo necessários para a política local.

Lajes foi a primeira cidade da América Latina a eleger uma mulher para o comando da Prefeitura, por isso é sempre destaque em editoriais nacionais e internacionais pelo seu pioneirismo numa época onde até o direito do voto feminina era negado por uma sociedade machista.

Seguindo a sua ousadia, a população lajense terá uma Câmara Municipal diferente, mais aguerrida, ousada e porque não dizer, mais sensível e atenta as suas responsabilidades e dever?

As três mulheres eleitas pela população lajense representam mais de mil eleitores, ou aproximadamente 10% dos habitantes. O Legislativo já vem vivenciando a presença feminina com a vereadora Rosa, e como já fez em muitas outras legislatura com Salete Leandro, Clarice Pereira e Ozila Pereira.

Nesta próxima legislatura a vereadora Rosa continua, ela já tem uma larga experiência adquirida pelo ex-vereador César Militão (seu esposo) e realiza um trabalho excepcional. Já a vereadora Rilva Cunha, é educadora, tem milhares de amizades na cidade, sempre muito bem atenciosa e dedicada nas suas responsabilidade. Rilva e Rosa representam o PMDB.

A vereadora eleita Suely Soares, além de fazer parte dessa nova história da política de Lajes, ela também representa um Partido de lutas, de trabalho e de 94 anos de fundação, o PCdoB que é o partido mais velho do Brasil e tem um respeito profundo pela luta das mulheres em todos os setores da sociedade. O PCdoB passou por uma grande formulação em Lajes, após completar 9 anos de atuação na cidade, montou uma militância aguerrida e com o comando do vereador Jimmy já garantiu mais este espaço para a legislatura.

A população de Lajes espera que as três mulheres possam dá uma outra cara ao legislativo fazendo o papel de agentes públicos fiscalizadores, organizadores e participantes da vida da cidade, pelo menos é o mais comentado e desejado por todos.

Capacitismo - entre materias


Deixe seu comentário

%%%%%%%%%%%%%%%%%%