Comissão Processante ouve testemunhas em processo de cassação

Nesta quarta-feira, 16, foi dado seguimento ao processo de cassação contra o Prefeito Felipe Menezes que tramita perante a Câmara de Vereadores de Lajes. A audiência foi agendada em 20 de dezembro, após o pedido de adiamento feito pela defesa do Prefeito.

Na audiência, foram ouvidas testemunhas indicadas pela defesa de Felipe:

1) Robson Augusto Cosme, assessor de gabinete, confirmou em depoimento que realizou as publicações no mural da Prefeitura, mesmo tendo conhecimento de que há Lei Municipal que obriga as publicações no Diário Oficial dos Municípios. Sobre o descumprimento do orçamento denunciado, Robson alegou não ter conhecimento.

2) Netinho Cruz, Secretário Municipal de Administração, confirmou à comissão que todas as publicações são feitas no mural da Prefeitura, e ressaltou, que “por zelo” publica algumas no Diário Oficial. Sobre o orçamento, disse que sabia que houve alterações, mas não soube dizer os valores. Netinho ainda confirmou que manteve conversa com o advogado de defesa antes da audiência.

3) Brena Santos, Controladora-Geral do Município, exaltou seu currículo e respondendo ao advogado de defesa, atacou o laudo pericial apresentado pelo contador no processo. Diversos ataques foram realizados pela Controladora da gestão de Felipe na tentativa de amenizar o rombo orçamentário confirmado pela perícia técnica.

4) Samuel Martins se apresentou como “Consultor Independente” e disse que presta Consultoria na Prefeitura de Lajes sem declarar qualquer vínculo com o Município. Respondeu ao Vereador Alderi sobre as publicações feitas no Mural, alegando que são suficientes.

O advogado Rodrigo Fernandes, arrolado pelo prefeito, não foi ouvido porque apresentou atestado médico. Embora resida em Natal e tenha escritório na capital, o advogado apresentou atestado de uma consulta em Alto do Rodrigues, distante 204 km do endereço da testemunha.
Outras 05 testemunhas não compareceram e não poderão mais ser ouvidas no processo. Uma nova audiência ficou marcada para sexta-feira, 19, na sede da Câmara.



Deixe seu comentário

%%%%%%%%%%%%%%%%%%