04
jan
2022

De acordo com levantamento da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), pelo menos 40 municípios do Rio Grande do Norte estão sem vacina contra a Influenza. Último levantamento foi realizado em 18 de dezembro do ano passado e não há atualizações, além de 40 cidades não terem informado a secretaria sobre a situação de seus estoques.

Segundo a Sesap, 200 mil doses foram solicitadas ao Ministério da Saúde (MS), mas ainda não houve retorno até o momento. “O Estado solicitou 200 mil doses para reforçar a campanha de imunização, mas até agora nós não tivemos resposta, embora o ofício com o pedido tenha sido enviado há poucas semanas”, disse a Sesap.

Além da falta do imunizante, a expectativa é que, mesmo onde há estoque, as doses estejam em quantidade mínima. No início da segunda quinzena de dezembro, de acordo com os dados da Sesap, grande parte dos municípios tinha menos de 500 unidades disponíveis.

Em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) informou, por meio de nota, que as últimas doses da vacina vêm sendo aplicadas desde a última quinzena de dezembro de 2021. Segundo a pasta, o estoque da Central de Armazenamento do Município está zerado, mas algumas unidades de saúde ainda possuem um “quantitativo mínimo à disposição da população”.

A SMS/Natal informou que foram aplicadas cerca de 370 mil doses da vacina, recebidas do Ministério da Saúde para a campanha anual de imunização em 2021. Em Parnamirim, na Região Metropolitana, o imunizante está em falta desde a semana passada. A Secretaria de Saúde do Município esclareceu que recebeu, na última semana, 400 doses da Sesap, as quais foram administradas em apenas dois dias.

A coordenadora de imunização de Macaíba, Flávia Medeiros, explicou que a Secretaria de Saúde recebeu 300 doses na semana passada, as quais se somaram a outras 200 ainda existentes no Município até então. “Tudo foi distribuído para as unidades de saúde e nós estamos colhendo os dados para saber se ainda há doses”, respondeu a coordenadora no final da manhã dessa segunda-feira (3). Em São Gonçalo do Amarante, outro município da Região Metropolitana, as doses acabaram na semana passada.

Tribuna do Norte

...
04
jan
2022

A Governadora Fátima Bezerra anunciou na noite desta segunda-feira (03), em transmissão nas redes sociais, o calendário de pagamento dos servidores do Estado para o último ano de gestão, mantendo o sistema de quitação da folha dentro do mês trabalhado, com antecipação integral para os agentes das forças de segurança e dos que ganham até R$ 4 mil, e de 30% para os que recebem acima desse valor. Os servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e os da Educação, e os 70% restantes dos que ganham acima de R$ 4 mil recebem no último dia do mês.

O ano de 2022 começa com o pagamento residual do 13º de 2021, nesta terça-feira (04), dos servidores cujos salários estão acima de R$ 4 mil mensais, prosseguirá no dia 15 com a antecipação da folha de janeiro e terminará no dia 31 com a primeira parcela do 13° de 2018, conforme acerto feito com o Fórum dos Servidores.

“Estamos anunciando também o pagamento do décimo terceiro de 2022, que será feito em duas parcelas, sendo a primeira em setembro e a segunda em dezembro”, informou a governadora, lembrando que o compromisso assumido antes mesmo da posse vem sendo religiosamente cumprido. “O pagamento do salário dentro do mês não é nenhum favor, é uma obrigação do gestor. Mas uma obrigação que não vinha sendo cumprida antes. Isso é trabalho de uma gestão feita com muita competência, com planejamento, dedicação, espírito público. Quero reconhecer o trabalho meritório que a equipe econômica vem realizando, juntamente com a Secretaria de Administração, Controladoria Geral, Procuradoria Geral do Estado e com o Gabinete Civil.

Pagamento da folha de 2018

Das quatro folhas em atraso, três já foram pagas. A quarta e última, no valor de R$ 316 milhões referente a dezembro de 2018, será quitada até maio deste ano, em três parcelas, sendo a primeira em 31 de janeiro e demais em março e maio, totalizando um passivo de aproximadamente R$ 1 bilhão de salários atrasados deixados pela administração anterior.

Além da questão do pagamento de salários dentro do mês trabalhado e da quitação das folhas em atraso, deixados pela administração anterior, a valorização dos servidores é um outro compromisso do governo que vem sendo cumprido.  “Nas áreas sociais – saúde, educação e segurança, nós fizemos a reestruturação de carreiras, regatando direitos desses servidores que estavam represados há mais de 10 anos. Recentemente fizemos uma recomposição parcial das perdas provocadas pelo processo inflacionário. Evidente que gostaríamos de ter avançado mais, no entanto, só podemos fazer aquilo que cabe dentro do orçamento”, ressaltou Fátima.

A secretária de Administração, Virgínia Ferreira, que participou da transmissão, informou que está prevista a realização de concursos públicos para a Polícia Militar e Bombeiros Militares, Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fundase/RN), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Secretaria de Educação e Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema). “Se antes a gente não conseguia nem receber salário em dia, imagine falar em concurso? Isso está sendo possível graças ao trabalho de equilíbrio das finanças, dos cortes de despesas que fizemos. Esses concursos valorizam o servidor”, reforçou Virgínia. Sobre a Educação, a governadora disse que o concurso será para os quadros dos 12 IERNs – Institutos Estadual de Educação Profissional, Ciência e Tecnologia e Inovação -, que entrarão em funcionamento em 2023. Os editais de licitação das três primeiras unidades já foram lançados.

O secretário do Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire, citou a consultoria MB Associados  (que projetou o crescimento o PIB potiguar em 4,37% em 2021) para dizer que o crescimento econômico do Rio Grande do Norte em 2021 ficará acima da média nacional e adiantou que são boas as expectativas para 2022, isso porque alguns fatores estão puxando o crescimento do Rio Grande do Norte para cima, como os investimentos públicos na construção dos IERNs (R$ 120 milhões previstos para 2022) e em obras de infraestrutura viária, os investimentos privados em petróleo e gás e energias renováveis, além da retomada do turismo como um dos principais vetores da economia potiguar.

“O governo do RN deixou de ser uma força que puxava o crescimento para baixo como ocorreu até 2018.  Os atrasos de salários e de fornecedores e as incertezas de pagamento funcionavam como uma âncora que arrastava o desenvolvimento do Estado para baixo. Hoje temos um governo que estimula o crescimento. Em 2022, o governo do RN vai investir mais do que investiu em anos anteriores, devendo ser um dos estados que mais vão crescer ao longo deste ano de 22″, estimou Aldemir.

Calendário 2022

Folha de pagamento dos servidores do Estado do RN

Regras de Antecipação: 100% para quem ganha até R$ 4,000, 100% para os profissionais da segurança pública; 30% para quem ganha acima de R$ 4.000. Complemento: 70% para quem ganha acima de R$ 4.000.

...
04
jan
2022

O Prefeito de Lajes, Felipe Menezes (PP), se recupera bem, segundo informações colhidas pela redação do Blog RC, do tratamento contra o Covid-19. O chefe do executivo testou positivo para o vírus na semana passada, a sua esposa, Rebeca Medeiros, fez o teste e deu negativo.

O casal encontra-se isolado em sua residência em Lajes.

...
04
jan
2022
O deputado federal Benes Leocádio anunciou neste final de ano a conquista de recursos na educação para construção de uma nova escola para rede municipal.
Os recursos somam R$ 7.680.000,00 (sete milhões, seiscentos e oitenta mil reais). A Prefeitura de Lajes tem até 2024 para realização do projeto dentro da demanda necessária no município.
O deputado Benes que já viabilizou mais de R$ 13 milhões para o município nos últimos ano, agora vem com a excelente notícia destes quase R$ 8 milhões somente para educação.
...
02
jan
2022

Agricultores de Mossoró esperam um bom período chuvoso em 2022. — Foto: Hugo Andrade / Intertv Costa Branca

Na Agrovila Pomar, na zona rural de Mossoró, região Oeste do RN, a produção agrícola não para durante todo o ano. Nos dias de colheita, a agricultora Lúcia da Silva vem ao campo retirar as vagens. O feijão irrigado com a água de um pequeno poço garante renda extra para as famílias da comunidade.

Mas o plantio pode aumentar, se vier chuva este ano. “Eu tô esperando ser um bom inverno. Mas Deus é quem sabe. As chuvas foram muito boas, porque estava tudo seco, então foi bom demais. Caiu bastante água nas cisternas”, comemora Lúcia da Silva.

Francileide Lima também já está comemorando a boa surpresa que chegou no mês de dezembro. A chuva antecipada na comunidade trouxe a esperança de um bom inverno em 2022 e já fez a diferença.

“A gente trabalha de irrigação, só que quando começa o período chuvoso a gente vai para a chuva, porque diminui os custos com energia. Isso é bom para o solo, para as plantas em geral, para as árvores, para tudo. A planta fica mais vigorosa, mais bonita. A expectativa é de muita chuva se Deus quiser” diz Francileide.

A expectativa é boa, mas ainda é cedo pra saber se as previsões vão se concretizar. Segundo a meteorologia, as precipitações do mês de dezembro não indicam a chegada do período chuvoso na região, que acontece entre os meses de fevereiro a maio.

Para os agricultores, é tempo de começar a ser organizar e preparar a terra, de olho nas culturas de inverno.

Seu Francisco das Chagas vai plantar milho e sorgo. Ele explica que parte da colheita será para o consumo da família e o restante vai usar na produção de silagem para alimenta os animais. Ele possui um rebanho com mais de 200 animais, entre ovinos e bovinos.

“A gente faz uma irrigação no verão pra se manter e quando chega o período de chuva a gente passa para a cultura de milho, de sorgo. Planto para fazer silagem que nesse período já tá acabando”, explica Francisco das Chagas.

Enquanto o período chuvoso não chega, o agricultor Fábio Baracho admira os pés de milho plantados no roçado, cultivados com a irrigação. São apenas duas fileiras, usadas pelo agricultor pra impedir a passagem do vento para as plantações de feijão. Mas daqui a uns dois meses, o que ele quer ver mesmo são muitas carreiras de milho verde, irrigados com a água da chuva.

“Com a chuva o milho cresce mais, desenvolve. No inverno ninguém pulveriza, então ele cresce mais. Se Deus quiser eu estou esperando muita chuva para a gente, para os animais, que a gente plante muito milho, jerimum, batata, abóbora, mamão…”, afirma o agricultor Fábio Baracho.

...
30
dez
2021

Quem trabalhou com carteira assinada no período de 1971 a 4 de outubro de 1988 podem ter cotas do PIS para sacar na Caixa Econômica. Herdeiros de trabalhadores que tiveram emprego formal neste período também podem ter dinheiro para receber. No país, são 10,6 milhões de beneficiários que ainda têm cotas do PIS/Pasep a receber, o que soma um total de R$ 23,5 bilhões esquecidos, segundo dados de novembro fornecidos pela Caixa Econômica.

Todos os trabalhadores que têm dinheiro esquecido podem sacar a cota pelo aplicativo FGTS, independentemente da idade. O valor pode ser sacado por beneficiários que ainda não retiraram a cota do Pasep no Banco do Brasil, para quem era servidor público no período, ou do PIS na Caixa Econômica Federal, e que tiveram os valores transferidos ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Se o beneficiário morreu, o saldo pode ser retirado pelos herdeiros. Segundo a Caixa, foram sacados R$ 350,2 milhões por 244,8 mil trabalhadores ou herdeiros desde a migração do PIS/Pasep para o FGTS até novembro de 2021.

As cotas são um benefício do antigo fundo PIS/Pasep, que foi incorporado pelo FGTS. O dinheiro existe porque até 1988 os empregadores fizeram contribuições recebidas pelo Fundo de Participação PIS/Pasep, que distribuía valores aos empregados na forma de cotas proporcionais ao salário e tempo de serviço.

Onde sacar as cotas

Pelo aplicativo oficial do FGTS, disponível nas principais lojas de apps, o trabalhador pode sacar a cota e conferir o valor exato que tem para receber. A retirada das cotas pode ser feita até 1º de junho de 2025, conforme a medida provisória 946/2020.

Outros canais disponíveis para consultar são o site FGTS, o internet banking da Caixa ou pessoalmente nas agências da instituição financeira, com a apresentação de um documento de identificação com foto.

...
30
dez
2021

Um idoso de 68 anos morreu atropelado na manhã desta quarta-feira (29), no km 149 da BR-304, no município de Angicos. O acidente foi registrado por volta das 7h50, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal.

A vítima foi identificada como Francisco Marques da Silva. Ele foi atingido por um caminhão-tanque, modelo Iveco/Stralis 570S41T.

O motorista do caminhão comunicou o acidente à Polícia Militar e permaneceu no local. Uma ambulância também foi acionada, e os socorristas constataram a morte do idoso.

Segundo relato do motorista à PM, a vítima teria se jogado em direção ao caminhão, e o condutor não teve como livrar.

G1RN

...
29
dez
2021

O Prefeito de Lajes, Felipe Ferreira de Menezes, testou positivo para Covid-19 na manhã desta quarta-feira, 29 de dezembro.

Em nota divulgada no perfil da Prefeitura de Lajes, foi dada a informação que o chefe do executivo apresenta um quadro com sintomas leves.

A primeira dama do município, Rebeca Medeiros, fez o teste apresentado resultado negativo. A nota afirma que o casal está isolado em sua residência.

“O prefeito Felipe vem recebendo acompanhamento médico necessário para pronta recuperação, e reforça que está se sentindo bem”, afirma a nota.

...
29
dez
2021

...
29
dez
2021

A Prefeitura de Lajes anunciou que a Festa para virada do Ano será na Praça Manoel Januário Cabral com shows de Pegada do Coyote, Wandinho e Guto Tentação. A programação começa por volta das 00h.

...
29
dez
2021

Na resolução de número 886, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) descreve a aparência e detalhes da nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que será válida a partir de 1º de junho de 2022. O conselho desistiu da proposta de inserir um chip nesse modelo e manterá o QR Code, seguindo os padrões internacionais.

A troca imediata para o nova carteira de motorista não será obrigatória. Assim, o condutor apenas receberá o modelo atualizado quando renovar o documento.

A nova CNH poderá ser expedida em meio físico ou digital. Ela seguirá o padrão atual no que diz respeito aos dados biográficos e foto do condutor nas duas versões, e seu acesso será possível através do QR Code impresso no documento.

Na parte inferior, porém, ela diferirá da atual ao mover o campo de Observações para baixo e colocar uma tabela de veículos que identifica a categoria do condutor em seu lugar. O campo “Assinatura do Portador” ficará abaixo da foto do motorista e haverá uma pequena mudança do layout na parte superior.

Ela adotará também as cores amarelo, verde, cinza e azul, diferente da atual que conta apenas com o verde escuro. De acordo com a resolução, ela conterá tintas especiais fluorescentes, anti-scanner e com reação a luz UV. Além das mudanças na aparência, o documento também terá uma série de novos dispositivos de segurança para impedir fraudes.

A Permissão Para Dirigir (PPD) e a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC) seguirão o mesmo modelo da nova CNH. A permissão trará a letra P no documento, e carteira definitiva será impressa com a letra D.

Segundo a nova legislação, a Carteira Digital de Trânsito (CDT) mantêm a mesma validade da CNH impressa. Assim, ao instalar o aplicativo pelo celular, o motorista fica isento da necessidade de portar o documento de papel.Desde abril de 2020, a CNH tem validade de 10 anos para condutores entre 18 e 49 anos. A partir dos 50 anos até os 70, o prazo diminui para 5 anos. Após os 70 anos, é obrigatório realizar a renovação a cada 3 anos.

Metrópoles

...