Papa aceita renúncia de cardeal chileno acusado de envolvimento em escândalo sexual

Sem informar detalhes, a Santa Sé informou na manhã deste sábado (23) que o papa Francisco aceitou o pedido de renúncia do cardeal chileno Ricardo Ezzati, 77.

Segundo informações das agências internacionais, Ezzati foi acusado de supostamente encobrir casos de abuso sexual infantil em sua diocese, revelados em maio passado.

Em uma situação similar na terça (19), o papa alegou “presunção de inocência” e rejeitou o pedido de demissão do cardeal francês Philippe Barbarin, condenado por ocultar casos de abuso sexual de menores.



Deixe seu comentário

%%%%%%%%%%%%%%%%%%